29 agosto 2006

Sem palavras

No interior do Piauí, Carol quebra coco de babaçu na lâmina do machado. Rogério sua ao pegar na enxada por horas a fio. Crianças e adolescentes que trabalham duro como gente grande. No Brasil, elas ainda são 4,8 milhões, o que representa 11% das crianças e adolescentes que têm entre 5 e 17 anos de idade.
A maior parte, 63%, são crianças que trabalham hoje nas cidades e podem ser vistas diariamente nas ruas, nos sinais de trânsito. Os outros 37% estão no campo, nas plantações, nas colheitas, no dia-a-dia das comunidades rurais.

4 comentários:

Vera disse...

Olá: O termômetro emocional do venezuelano (postei em PPS) mostra as fraudes nas urnas, tem um filme com a cara do PT... rsrs. Postei agora! :-) Bjs

Saramar disse...

Keikas, enquanto isso, os políticos gastam milhões nesta eleição e nenhum deles fala deste problema em seus programas de governo.
Que vergonha!

Stella disse...

e quem vê? e algum político sério faz algo? aqui em sampa vê-se crianças nas esquinas, mudam os governos e nada muda

Rafael Pivato disse...

Verdade... triste verdade...