10 abril 2007

segunda-feira


Ao mesmo tempo em que decidiram acabar com as votações na Câmara às segundas-feiras, os líderes partidários definiram hoje que o reajuste salarial dos 513 deputados entrará na pauta de votações da Casa Legislativa assim que a pauta for liberada.

5 comentários:

Saramar disse...

Querida, eu fico me perguntando até onde vai a cara de pau desses indivíduos.
Se bem que eles nunca trabalharam mesmo na 2.ª feira. Mas, agora, a coisa foi institucionalizada.
Ô país!!!!

beijos

Walter Carrilho disse...

Peraí..Tem dia em que eles TRABALHAM? Sério? Poxa, não sabia...

DANIEL PEARL disse...

Convido vc a ler a entrevista bombástica do ex-repórter da TV Globo, Rodrigo Vianna: demitido após se recusar a assinar um abaixo-assinado defendendo a cobertura eleitoral da emissora, fala com exclusividade ao Fazendo Media e ao blog "Desabafo País" confirma que, de fato, existe interferência política no Jornal Nacional. No final do ano passado, Rodrigo denunciou as distorções praticadas pela TV Globo para prejudicar a campanha de Lula e favorecer Geraldo Alckmin. Mas não aconteceu apenas durante as últimas eleições. Nesta entrevista, Rodrigo conta dois outros episódios em que foi vítima de censura e se pergunta: "Será que a Rede Globo fez uma opção parecida com a da Igreja Católica de Ratzinger: ficar mais coesa, mas também menor e mais reacionária?" Acesse o DESABAFO PAÍS: http://desabafopais.blogspot.com Um abraço, Daniel Pearl.

Anônimo disse...

Penso que tudo isso é resultado da falta de ÈTICA.
Estes gestos da parte dos congressitas nos lebram como tais burocratas pesam no bolso do POVO.
DECEPCIONANTE : MAU EXEMPLO! ! !

Ricardo Rayol disse...

Meu espanto é o mesmo que o do Walter ahahahaha